Botucatu/ SP

Aproximadamente 230km, 2h 30min de Jundiaí, é conhecida nacionalmente como a Cidade do Saci e fez parte da rota dos tropeiros.

Fazenda Lageado
Um dos principais pontos turísticos que foi preservada com a instalação do museu do café, tendo registros de sua época de origem, maquinários, instrumentos e fotos. Além disso, serve para piqueniques e caminhadas no Campus da UNESP (Universidade Estadual Paulista).

Rubião Junior
Distrito de Botucatu e no ponto mais alto da região, 930m, está a Paróquia Santo Antônio.

Véu da Noiva
O complexo Turístico Véu de Noiva está localizado na Rodovia Gatão da Dal Farra com a distância de 12 quilômetros do centro da Cidade. O local conta com uma represa e cascata com queda 6 metros de altura, mata natural e de reflorestamento. Possui área de lazer e descanso, estacionamento, tobogã aquático com 50 metros de comprimento, quiosques, churrasqueiras, bar/lanchonete e sanitários públicos.

Catedral
Principal edificação do centro histórico.

Pizza Frita Semião
Em nossa primeira viagem, foi aqui nosso primeiro jantar. Pizza frita!!
Infelizmente não tiramos fotos, mas o ambiente é agradável, espaçoso e familiar, porém, às vezes precisa esperar mesa. Gostamos muito da pizza, lembra um calzone, porém, é frito, massa com casquinha crocante e bem recheada. O valor da grande, 1kg, é em torno de R$ 40. Fica na Rua. Dr Costa Leite 1917.

Mão na Roda
Na Av. Dr. Vital Brasil, 898, está outro restaurante para se repetir. Ambiente descontraído, fachada que chama a atenção, cardápio variado com pizzas, pratos quentes, lanches e cervejas artesanais.

Restaurante Natuia
Mais retirado, na Rodovia Alcides Soares, Km 10, é um lugar super aconchegante. O cardápio é interativo com pratos quentes e pizzas quadradas. Pedimos meia de mussarela com meia de atum e uma de calabresa, R$ 48. Bom atendimento e as pizzas são gostosas.

Monsenhor Pizzaria
Uma casa com luz baixa e cômodos decorados com pratos coloridos, discos de vinil pendurados, capas de discos nas mesas. Pedimos uma marguerita, R$ 32 (mussarela, fatias de tomate, parmesão e manjericão fesco), e uma padrão, R$ 40 (lombo canadense, bacon fatiado e provolone).

Celeiro Restaurante
Estivemos no local em abril de 2017. Fica na Rod. Gastão Dal Farra, s/n, no bairro Demétria. Chegamos no início de uma sexta-feira e o lugar estava quase vazio, talvez pelo horário, talvez por ser um pouco longe do Centro, mas com o passar do tempo, chegaram mais pessoas. Lugar aconchegante, com bom atendimento, móveis de madeira e objetos antigos. De entrada pedimos cubinhos de tapioca (quadradinhos crocantes com molho de goiabada com pimenta), R$ 20, e canastra assado (queijo da Serra da Canastra aquecido, servido com melado da cana, alecrim e pimenta rosa, acompanha fatias de pão ciabatta artesanal), R$ 26. Maravilhosos!! O queijo não tem o que falar, é muito bom!! Decidimos dividir o T-bone (aproximadamente 700g, parte filé mignon e outra contra-filé), R$ 115. Por não saber como viria, escolhemos também batata rústica provençal (fatias grossas, fritas com casca, alho frito e salsinha), R$ 28. Apesar de boa, não precisava da batata. A carne veio no ponto certo, muito boa!! As sobremesas foram: maçã assada (com calda de vinho tinto e farofa crocante de aveia com castanha), R$ 12, rabanadas com sorvete (fatias de pão banhadas em calda de leite e ovos, douradas na manteiga e servidos com mel, canela e sorvete), R$ 15, e brigadeiro de colher, R$ 10. Deliciosas!! Para finalizar, o charmoso café coado na hora, que vem acompanhado de sequilhos.