MenuPrincipal

Santiago | Típicas de Santiago

Provar o Pisco Sour é uma atividade obrigatória para quem vai ao Chile. Bebida produzida pela destilação do vinho, lembrando nossa caipirinha. Sempre servido em taças tipo "champagne". 

Pisco Sour
Provamos também o Mote con Huesillos, bebida não alcoólica, de suco acaramelado, com grãos de trigo e pêssegos desidratados ou enlatados. O suco é bem doce com gosto de suco de pêssego, mas o estranho é comer os grãos de trigo, que a maioria dos turistas deixam no copo. Compramos no Cerro San Cristóban por 900 pesos.

Mote con Huesillos
Fomos comprar churros e nos questionaram se queríamos o espanhol (mais conhecido no Brasil, com recheio) ou o tradicional, optamos pelo último, que é mais fino, sem recheio e com açúcar tipo de confeiteiro. Compramos na feira de artesanato que fica do outro lado da avenida do Cerro Santa Lucía por 750 pesos.

Churros
Na maioria dos restaurantes em Santiago, os pratos são a base de frutos do mar. Como não é nosso prato preferido, procuramos por restaurantes que ofereciam massas ou carnes.

Costanera Center
Nosso último "almoço" em Santiago optamos por comer algo no shopping em frente ao hotel devido ao horário.
  • Doggi's
Eu quis experimentar o cachorro-quente, mas "sin palta" (sem abacate, isso mesmo, abacate!!). Então o combo (lanche (pão, salsicha e tomate) com batata e refrigerante) ficou 2.290 pesos.

Cachorro-quente, papas fritas e fanta laranja
  • Burger King
O Rafa preferiu comer algo já conhecido, nada de abacate e salsicha que parece enlatada. Escolheu o combo com o whopper 2.0, batata e refrigerante (Bilz) que ficou 3.990 pesos.

Whopper 2.0, papas fritas e bilz

Castaño
Não poderíamos deixar de passar por uma rede bastante conhecida em Santiago com doces e salgados. Há várias lojas espalhadas pela cidade. Compramos cannoli com creme e muffin de banana (1.270 pesos) na nossa última passagem pelas estações do metrô.

Loja

Nenhum comentário:

Postar um comentário