Ushuaia – Chegada e Hotel

Após Buenos Aires e El Calafate, partimos para Ushuaia, o terceiro e último destino de nossa viagem. O voo de El Calafate para Ushuaia é rápido, com duração de aproximadamente 1:10h.
O nome Ushuaia provém do idioma indígena yagan: ushu + aia (fundo + baía = baía profunda). Ninguém sabe ao certo a pronúncia correta, alguns pronunciam “ushuaia” e outros “ussuaia”.

Ushuaia é conhecida como a cidade do fim do mundo, e não é à toa, Ushuaia é a cidade mais austral do mundo, a cidade mais próxima da Antártida. Na verdade, isso é o que dizem os argentinos, pois um pouco mais ao sul, existe ainda Puerto Williams, pertencente ao Chile, mas comparado a Ushuaia, a estrutura é bem inferior, pois a cidade argentina oferece uma gama de atividades e uma estrutura muito superior para os turistas.
Ushuaia é procurada por turistas tanto no verão quanto no inverno, os atrativos são diferentes para cada estação. No verão pode-ser ver pinguins e realizar trilhas no parque nacional, enquanto no inverno as estações de esqui são as principais atrações. Durante o ano todo chegam cruzeiros que ancoram na cidade antes de partirem para a Antártida.

Apesar do voo rápido de El Calafate para Ushuaia, o voo operado pela Aerolineas Argentinas oferece um lanche simples, com suco, barra de cereal e chocolate.
Não sou um especialista em aeroportos, aviões e tão pouco pousos, mas com certeza foi o pouso mais emocionante que já estive. O avião começa a rodear a cidade e parte do canal do Beagle. A aeronave fica bem inclinada em alguns momentos, tanto que é possível ver a cidade e o aeroporto se aproximando.


A cidade, cercada por um lado pelo Canal de Beagle e por outro pelas cordilheiras, em qualquer lugar que esteja, é possível ter a visão de um dos dois. A paisagem muda conforme o horário do dia e sempre proporciona uma bela paisagem para uma foto.

Programamos o maior tempo da viagem para Ushuaia, por causa das diversas atividades que é possível realizar na cidade. Chegamos dia 03/09/2013 (terça-feira) e ficamos até dia 08/09/2013 (domingo).
Chegando ao aeroporto, pegamos um táxi até o hotel Las Lengas, que fica na região central, o táxi teve o valor de AR$ 50.

Hotel
Devido ao grande número de turistas durante todo o ano, Ushuaia oferece uma ampla rede de hotéis. Escolhemos o Las Lengas, (www.laslengashotel.com.ar) hotel que pertence a mesma rede de hotéis do Albatros, um hotel central bastante conhecido na cidade. Os motivos para escolha do hotel foram localização, comentários e custo-benefício. Para escolher e reservar o hotel utilizamos o site do Booking.
O hotel está localizado na rua Goleta Florencia 1722, ele fica em cima de um morro a poucos metros da rua principal, a San Martin. Do hotel para o Centro fizemos sempre a pé, em qualquer horário. A cidade é bastante tranquila e proporciona um clima de segurança para os turistas. Do centro ao hotel, o valor médio do táxi era de AR$ 30.
O hotel esteve sempre limpo e possui ótimo atendimento. O único ponto negativo que notamos no hotel era o aquecedor no quarto que não conseguimos regular e estava constantemente muito quente, por isso, apesar do frio de Ushuaia, mantínhamos a janela do quarto sempre meio aberta.
O banheiro com banheira ainda incomoda, mas notamos que é típico nas cidades argentinas e já estamos nos acostumando.
O café da manhã possui uma boa variedade, com destaque para os croissants, ou medialunas como chamam os argentinos. A vista da área de café para a baía é fantástica.
O hotel oferece wi-fi gratuito que funcionou bem, diferente de Buenos Aires. Oferece também computadores com acesso à internet gratuitamente no hall da recepção.