Toledo

Uma tarde livre e opção de um passeio opcional, € 49, a essa surpreendente cidade. Claro que fomos.
Após o almoço, num bate-volta de Madrid, fomos de ônibus até Toledo.
Logo na chegada nos entregaram um fone, por onde ouvimos as histórias e curiosidades que o guia vai contando ao longo do passeio, além de ter os melhores ângulos da cidade em uma parada no Miradouro del Valle.

Toledo, apesar do tamanho minúsculo, sempre foi uma das cidades mais importantes e influentes da Península Ibérica, no entanto, foi a primeira capital do Império Espanhol. É uma pequena cidade medieval conhecida pela catedral gótica do século XIII e por ter sido povoada durante séculos por três culturas: cristã, judaica e árabe, onde conviveram simultaneamente e deixaram profundas marcas na cultura, na história e na arquitetura da cidade. Toledo também é conhecida por ser a cidade espanhola das forjas para o feitio de espadas, armaduras e escudos.
Com um ar medieval e deslumbrante, Toledo encanta todos logo na chegada: localizada no alto do morro, contornada pelo Rio Tejo e áreas verdes… da ponte que leva a entrada principal é possível ter uma das mais belas vistas da cidade.

Palácio de Alcázar
O edifício mais prontamente identificável na silhueta de Toledo é o austero Alcázar de Carlos I. O Alcázar hoje abriga um museu do exército.
É a construção no topo da cidade que pode ser vista de qualquer lugar. Ao longo da história essa fortificação teve várias funções: tribunal e palácio romano, prisão, Academia de Infantaria e Palácio Real. Destruído e restaurado várias vezes hoje abriga o Museu do Exército e a Biblioteca de Castilla La Mancha.

Puente de Alcantara 
É uma ponte construída a mando do Imperador Trajano, executada pelo arquiteto Caio Julio Lacer. Sustenta-se sobre 6 arcos, tendo 194 metros de comprimento, 61 metros de altura e 8 metros de largura. Fica sobre o rio Tejo.

Pelo fato de a cidade ficar no alto do morro, instalaram remonte mecânico, ou escalera mecânica (escada rolante). Isso ajuda (e muito) o passeio por ali, porque as ruas são em paralelepípedo, algumas são íngremes, além de estreitas, e ter que dividir espaço com veículos. O mais interessante é que tentaram disfarçar a modernidade das escadas na paisagem medieval para que não chamasse tanta atenção.

Damasquinado Suarez
Damasquinado é uma palavra que se originou do nome da capital da Síria, Damasco, e quem levou a técnica até Toledo foram os povos árabes que invadiram a região.
As peças Damasquinadas com selo de autenticação e assinaturas podem ser encontradas apenas em dois lugares da Espanha, em Toledo e em Eibar.
Os aços das espadas de Toledo são até hoje diferenciados por terem uma liga muito forte e resistente, aliás, foi aqui que produziram as espadas para todo o reino romano. A cidade ficou ainda mais conhecida por criar espadas para vários filmes de Hollywood, como Highlander, O Senhor dos Anéis, Gladiador, 300, O Hobbit e muitos outros.
Visitar uma fábrica é algo muito curioso e diferente. Podemos ver a antiga forja e o aço que se transforma em espada, vemos o processo de damasquinar, a modelagem e decoração das peças, além da loja com jóias e espadas que o preço varia de acordo com o grau de dificuldade e beleza.

Parroquia de Santa Leocadia
Padroeira da cidade de Toledo. Quando descobriram que era cristã, foi presa e levada a tribunal. Sofreu torturas e foi lançada à prisão. Conta-se que fez uma cruz com as próprias unhas na parede da cela onde ficou presa até sua morte e, em homenagem a Santa Leocádia, foram construídas três igrejas: uma no lugar onde nasceu, a segunda, onde foi presa e a última, onde foi sepultada. A igreja fica encostada ao Monasterio Santo Domingo el Antiguo.

Iglesia de San Ildefonso
É uma igreja de estilo barroco localizada no centro do centro histórico da cidade. É também conhecida como a igreja dos jesuítas e é consagrada a Santo Ildefonso de Toledo, padroeiro da cidade e pai da Igreja.

Catedral de Toledo
A Catedral de Toledo é uma das três catedrais góticas espanholas do século XIII, uma das maiores da Europa e a segunda maior da Espanha, perdendo apenas para a Catedral de Sevilha, sendo um dos pontos mais visitados na Espanha. Ela mede 120m de comprimento, 60m de largura e 90m de altura. São 800 vitrais, 72 cúpulas e, além das naves principais, há 8 capelas anexas a ela, fora o coro, a sacristia, o claustro e a torre.
Com um guia local, é possível aprender curiosidades do local, bem como algumas obras presentes ali.
O que mais me lembro e chamou muita atenção foi O Transparente, que consiste em uma abertura atrás do altar maior que recebe a luz da rua e em determinado horário do dia ilumina o altar da capela em frente, como se ele estivesse se elevando ao céu. As esculturas em mármore feita por Narciso Tomé parecem estar te olhando lá de cima.
O coro era um espaço reservado só para membros da igreja. Os dois órgãos principais ficam dentro do coro e seu exterior também está esculpido o antigo testamento.
A sala do tesouro e o grande ostensório de Toledo foi feita para guardar as jóias da catedral e o custódio de Arfe (ostensório de ouro que leva outro ostensório menor); relíquia da Rainha Isabel, a católica, que dizem ter sido feito com o primeiro ouro que chegou aqui desses lados da América.
A sacristia, que é quase um museu, devido a pintura principal do altar, que foi feita por El Greco, além dos quadros de Caravaggio, Ticiano, Goya, Van Dick e outros. O teto foi decorado pelo pintor Luca Giordano. Na sala ainda tem relíquias religiosas expostas e expõe 70 peças entre vestimentas e tapeçaria do século 16 e 17.

Plaza de Zocodover
Por fim, antes de voltar para Madrid, na praça principal de Toledo. Já foi ponto de venda de animais, corridas de touros, atos de fé e mercados ao ar livre. Hoje é um ponto de encontro com diversas lojas e restaurantes. Por aqui, compramos os famosos mazapán, € 8, e turron, € 1.